O Poder Dos Arquétipos | Simbologia do Poder

Hoje você vai aprender sobre o poder dos arquétipos e como alguns estímulos específicos no seu ambiente podem alterar sua percepção e até mesmo o seu comportamento no dia a dia.

Você vai ver quais são os símbolos de poder que estimulam seu cérebro positivamente e quais são os símbolos negativos que estimulam depressão, ansiedade, problemas no sistema imunológico, doenças psicossomáticas e comportamentos auto destrutivos.

Então, clique no like e assista esse vídeo até o final porque esse conteúdo vale a pena. Hoje você vai aprender magia de verdade.

Em 1996 o psicologo social John Barg realizou um experimento interessante para avaliar se estímulos no ambiente poderiam influenciar o comportamento humano a nível inconsciente.

Algumas pessoas foram convidadas a participar de um experimento linguístico onde deveriam montar frases usando umas 30 palavras pré determinadas. Acontece que o verdadeiro experimento começava depois.

Apos entregar a folha de respostas para o pesquisador, as pessoas saiam pela porta e então sem saber eram avaliadas em um outro parâmetro.

O tempo que elas gastavam para andar no corredor de saída era cronometrado.

Agora vem a parte incrível, as pessoas que recebiam palavras relacionadas a velhice, como idoso, asilo, avo… ao sair do experimento andavam de forma mais lenta do que pessoas do grupo de controle que receberam palavras mais neutras.

Isso não é incrível?

Na verdade esse não é o único experimento interessante sobre priming, eu mesmo já citei outro experimento em um vídeo anterior da serie #hacksmentais, falando sobre a relação entre a exposição das pessoas a logo marca da ibm ou da apple e o aumento da criatividade

Você pode ver mais sobre o vídeo de ativação semântica clicando ae ao lado.

E isso não é tudo, existem centenas de outros experimentos sobre priming. Se você ainda não sabe como procurar por artigos científicos pode usar o google scholar para isso, o link esta ae na descrição:

Ta Marcelo, eu não entendi direito pode ser mais claro?

Olha só, a forma como o cérebro humano processa e armazena informações é através de neuro associações, criando uma rede de conteúdos e conceitos. Os próprios neurônios se interligam uns aos outros dessa forma.  

Por exemplo, se você pensar em festa. Logo lhe vem a cabeça, docinhos, salgados, parabéns, bolo, presentes… entre outros, isso acontece porque esses conceitos estão relacionados como em uma rede de associações.

E acontece que quando um conceito vem até a sua mente consciente, ele puxa simultaneamente todos esses outros conceitos que estão interligados a ele. Assim como alguns comportamentos associados.

Claro que nos seres humanos temos crenças e conceitos diferentes em vários aspectos, mas existem algumas ideias que estão tão enraizadas em nossa cultura que podem até mesmo ser passadas de geração para geração.

Essas imagens primordiais descritas por Carl Jung também são chamadas de arquétipos, eles existem e existiram em todas as civilizações humanas desde a antiguidade. São símbolos usados para representar conceitos da vida, do mundo e da psique humana.

Os arquétipos podem ser positivos ou negativos, sendo que os positivos são como ancoras estimulando a produção de neurotransmissores relacionados ao prazer, saúde, prosperidade e vitalidade…

Enquanto os negativos podem estimular depressão, ansiedade entre outros problemas psicológicos além de comportamentos auto destrutivos.

Depois que você aprender o significado dos arquétipos e como usa-los você pode decorar sua casa ou ambiente de trabalho para criar estímulos adequados para o seu cérebro.

Você pode usar esse conceito de arquétipos e priming para otimizar seus resultados.

Quer ver como é fácil? Beleza então vamos lá, deixa eu te falar alguns exemplos:

A águia que representa foco, determinação e visão ampla.
A borboleta que representa transformação.
O coelho representa extrema fertilidade, sexualidade

O cavalo representa autoridade, firmeza e masculinidade.
A coruja representa o olhar aguçado.
A balança que representa equilíbrio, justiça, decisão.

O sol que representa a vida, a luz e a consciência.
A escada já representa ascensão ou acesso as profundezas da mente.
O cachorro representa amizade e ajuda a eliminar a ansiedade.

E temos também os arquétipos negativos que simbolizam a morte e inibem a produção dos neurotransmissores que dão prazer.

Como caveiras, monstros e fantasmas que representam a morte.
Ou ainda ratos e vermes representando mal caráter e podridão.  
O burro representando a ignorância carregando carga.

O elefante que representa peso exagerado.  

Enfim, você viu como é fácil entender o significado dos arquétipos, isso porque essas ideias já estão enraizadas em nossa cultura por gerações então você já sabe o significado instintivamente.

Agora o mais legal disso, é que agora que você compreende melhor esse conceito e como ele afeta nossa mente e comportamento você pode literalmente redecorar sua casa, escritório, seu papel de parede do celular …

Enfim use sua imaginação. Basta você relacionar o estado emocional que você quer gerar naquele ambiente com o arquétipo que mais representa aquilo.

Esse é o #hackmental de hoje, simples, prático e eficiente.

Por exemplo, se você espera uma reação sexual mais intensa do seu parceiro ou parceira pode decorar o local com um coelho ou cavalos.

Se você quer eliminar ansiedade, tente decorar seu ambiente com cachorro, nuvens e a cor azul claro.

E não é só isso os arquétipos também podem ser usados para promover marcas e produtos.
Você pode aprender mais sobre o uso de arquétipos no marketing lendo o livro O herói e o Fora da Lei de Margaret Mark e Carol  Pearson.

nos vamos ainda mais fundo, os arquétipos podem ajudar a moldar a imagem de toda uma sociedade.Pense comigo, qual é o arquétipo que representa os Estados Unidos. Uma linda águia representando uma sociedade focada no progresso e em sua autonomia.

Já o Brasil, qual é o nosso arquétipo? O loro José. Representando um animal que é presa fácil, tagarela e imitador sem personalidade.

E se você ver nos desenhos da Disney o Brasil era representado pelo Zé Carioca o papagaio malandrão.

Enfim, isso serve para te mostrar o poder dos arquétipos. E porque você deve aprender a se proteger de estímulos fracos e cuidar do seu ambiente para que ele o estimule positivamente na sua vida.

Lembre-se:

A magia é real… Não existem estímulos neutros. Os símbolos tem poder e você pode utiliza-los como ferramenta para intensificar ou diminuir qualquer estado emocional.

Aprenda Hipnose Conversacional, Elimine a Auto Sabotagem e Aumente Seu Poder Pessoal

Deixe uma resposta